Baixa temperatura agrava situação de moradores de rua

O Exército de Salvação continua realizando ações de distribuição de meias, roupas e cobertores para pessoas em situação de rua na região metropolitana de São Paulo. Nos últimos dias, a cidade tem registrado temperaturas baixíssimas, o que causa uma necessidade maior à este público.

A equipe de voluntários do Exército de Salvação esteve nas ruas sexta-feira passada (21) , distribuindo marmitas quentes e cobertores para moradores de rua. Esta é uma ação que vêm acontecendo há meses com o apoio de diversos parceiros e doadores, e agora com o frio intenso é ainda mais significativo.

Toda a colaboração é bem-vinda em tempos de pandemia e de frio;

  • Para doar itens usados como agasalhos e cobertores acesse www.doacoes.org.br ou ligue 4003-2299.
  • Para contribuir com a campanha Cobertor do Bem, acesse https://www.exercitodoacoes.org.br/campanhas/cobertor-do-bem e doe qualquer valor. As doações da campanha são destinadas 100% a este fim. Na página você pode conferir o valor que foi arrecadado, compras e distribuições feitas até então.

Exército de Salvação apoia pessoas com dificuldades na pandemia na região do Nordeste

O Exército de Salvação atua em diversas regiões do Brasil e do mundo, são centenas de atendimentos sociais que acontecem diariamente onde a Instituição presta apoio para crianças, famílias, pessoas em situação de rua, entre outros.

Durante a pandemia mundial muitos dos atendimentos tiveram de ser cancelados ou adaptados diante à nova realidade. Com a situação do isolamento social muitos pais e mães de famílias não conseguiram manter suas formas de sustento e, por este motivo, apresentaram ainda maior dificuldade de trazer o alimento para casa.

Frente à este cenário, as unidades do Exército de Salvação se mobilizaram para arrecadar e distribuir itens que poderiam ser de ajuda neste momento difícil. Trabalhos como o Centro Comunitário Integração (CCI) em Recife – PE, e o Corpo de João Pessoa – PB são uns dos exemplos que estão com voluntários ativos, lutando pelo bem e apoiando famílias localmente.

Parceiros como o Grupo Pão de Açúcar e o Banco de Alimentos têm apoiado o trabalho do Exército de Salvação disponibilizando espaço para arrecadação e doações de alimentos a serem distribuídos na comunidade. Mesmo antes da pandemia ações como estas já eram comuns, agora que a necessidade aumentou as colaborações também se tornaram mais assíduas, podendo assim manter a capacidade de atendimento.

Além de alimentos, foram doados itens de higiente e limpeza, máscaras, e até mesmo roupas usadas. A arrecadação têm sido feita em supermercados do GPA, e nas unidades de atendimento do Exército de Salvação.

Para saber mais informações, endereços e contatos acesse o site Institucional: https://www.exercitodesalvacao.org.br/

Bazar Beneficente em São Mateus reabre em novo endereço

Inauguração da Nova loja Beneficente aconteceu na sexta-feira passada, 7 de Agosto.

Durante a quarentena os Bazares Beneficentes perameneceram fechados para contribuir com o isolamento social na pandemia. Depois de alguns meses os Bazares reabriram com as restrições exigidas para segurança de funcionários e clientes, mas a loja de São Mateus manteve-se sem atividades para realocação.

O novo endereço fica na Avenida Mateo Bei número 2.355, e conta com um espaço amplo e bem localizado no centro da cidade de São Mateus.

Loja Benefciente do Exército de Salvação em São Mateus.

A reabertura da loja em novo endereço foi celebrada na sexta-feira passada. Na ocasião estavam presentes os representantes e funcionários do Salvashopping (centro logístico de captação de doações e Bazares Benefcientes), e da sede Nacional do Exército de Salvação no Brasil.

Major Peter Davey e Diretor Jurandir de Andrade oficializando a reabertura da loja.

O funcionamento da loja acontece de segunda a sábado das 11h as 15h, temporariamente, devido as restrições. O uso de máscara é obrigatório e há álcool em gel disponível para os clientes circularem dentro da loja.

Centro Integrado João de Paula atende imigrantes e refugiados com apoio de parceiros

O Centro Integrado João de Paula, unidade de atendimento social do Exército de Salvação em Joinville (SC), presta auxílio e oferece cursos regularmente a pessoas imigrantes e refugiadas. Com a pandemia, algumas atividades foram temporariamente pausadas, mas a Instituição continua ajudando as famílias distribuindo doações de itens básicos como alimentos, itens de higiene, limpeza e roupas.

Além da pandemia, que manteve a maior parte da população reclusa, recentemente na região Sul também houve um forte impacto do Ciclone Bomba. A cidade de Garuva foi uma das regiões mais afetadas, e o Exército de Salvação esteve apoiando as famílias atingidas com doações.

“Fomos até lá levar alguns itens de alimentação e limpeza e também algumas roupas e cobertores para famílias haitianas.”

Capitã Paula Mendes – Diretora de filial no Centro Integrado João de Paula

Diversos doadores têm ajudado a manter as distribuições e, graças a este apoio o CI João de Paula pode continuar auxiliando as famílias atendidas na região durante esses tempos difíceis e de necessidade.

Campanha de arrecadação de roupas

A Triton, é uma das empresas que têm ajudado com doações. As lojas de revenda da marca em diversas regiões do Brasil realizaram uma arrecadação de roupas usadas com os clientes e uma forte campanha nas redes sociais. Esta semana o CI recebeu a primeira parte das doações arrecadadas nesta Campanha.

O Bar koala e a floricultura Agroflora também são empresas que têm contribuído com doações, promovendo arrecadação de alimentos que estão sendo distribuídos na unidade social.

Além das ações de distribuição, o Centro Integrado têm produzido conteúdo online e o Bazar Beneficente também está disponibilizando atendimento de venda pelo Instagram. Acesse @bazarjoaodepaula para conferir os itens disponíveis.

Para doar localmente ligue (47) 3453-0588 ou (47) 9685-7302. O endereço do Centro Integrado é Rua XV de Novembro, 3165 – Glória – Joinville – SC.

Corpo de João Pessoa entrega cartões-alimentação para pessoas em necessidade

No dia 16 de Julho a distribuição de cartão-alimentação doado pela Campanha Compra Solidária do Carrefour foi feita na cidade de João Pessoa, na Paraíba. Em média 75 famílias da região foram ajudadas, dentre elas profissionais de reciclagem e portadores de necessidades especiais com seus familiares.

Com a preocupação em fazer com que o cartão chegasse a quem precisa, os Oficiais Dirigentes do Corpo de João Pessoa priorizaram 4 grupos de pessoas;

  • Catadores de reciclagem que estão inativos pelo isolamento social;
  • Pessoas portadoras de câncer;
  • Famílias de crianças autistas;
  • Famílias carentes da comunidade.

Segundo a Major Rosseli, responsável pela unidade local do Exército de Salvação, as famílias têm recebido suporte com alimentos básicos, como arroz e açúcar, mas com o Cartão Alimentação é possível comprar mistura e outros itens que complementam a refeição, de acordo com cada necessidade. Uma das mães beneficiadas relatou que, ao chegar em casa com as compras seu filho ficou muito contente “Ele pulava de alegria!”, contou ela.

Em depoimento, a catadora Isabela Barbosa da Silva disse: “Muito difícil a situação, com criança para alimentar e sem condição de trabalhar. O cartão do Carrefour vai ajudar a levar comida para casa.” E emocionada,  agradeceu bastante.

“ Hoje recrutamos as famílias da A-IMA(Associação das Familias de Crianças Autistas)  para receberem uma bênção realizada pelo projeto Carrefour e Exército de Salvação, onde cada família recebeu um cartão com crédito para aquisição de alimentos […] Bênção de Deus junto a esses anjos que estão aqui na terra para cuidar. Obrigada em nome de todas as famílias da A-IMA. Tudo muito lindo e organizado.”

Paulo Roberto de Paula – Pai de autista beneficiado.

Além dos cartões, as famílias também receberam roupas de doação e máscaras protetoras. Toda a distribuição foi feita com um distanciamento seguro e com as máscaras de proteção exigidas para evitar a propagação da COVID-19.

Veja mais ações do Exército de Salvação durante a pandemia.