Centro Integrado João de Paula atende imigrantes e refugiados com apoio de parceiros

O Centro Integrado João de Paula, unidade de atendimento social do Exército de Salvação em Joinville (SC), presta auxílio e oferece cursos regularmente a pessoas imigrantes e refugiadas. Com a pandemia, algumas atividades foram temporariamente pausadas, mas a Instituição continua ajudando as famílias distribuindo doações de itens básicos como alimentos, itens de higiene, limpeza e roupas.

Além da pandemia, que manteve a maior parte da população reclusa, recentemente na região Sul também houve um forte impacto do Ciclone Bomba. A cidade de Garuva foi uma das regiões mais afetadas, e o Exército de Salvação esteve apoiando as famílias atingidas com doações.

“Fomos até lá levar alguns itens de alimentação e limpeza e também algumas roupas e cobertores para famílias haitianas.”

Capitã Paula Mendes – Diretora de filial no Centro Integrado João de Paula

Diversos doadores têm ajudado a manter as distribuições e, graças a este apoio o CI João de Paula pode continuar auxiliando as famílias atendidas na região durante esses tempos difíceis e de necessidade.

Campanha de arrecadação de roupas

A Triton, é uma das empresas que têm ajudado com doações. As lojas de revenda da marca em diversas regiões do Brasil realizaram uma arrecadação de roupas usadas com os clientes e uma forte campanha nas redes sociais. Esta semana o CI recebeu a primeira parte das doações arrecadadas nesta Campanha.

O Bar koala e a floricultura Agroflora também são empresas que têm contribuído com doações, promovendo arrecadação de alimentos que estão sendo distribuídos na unidade social.

Além das ações de distribuição, o Centro Integrado têm produzido conteúdo online e o Bazar Beneficente também está disponibilizando atendimento de venda pelo Instagram. Acesse @bazarjoaodepaula para conferir os itens disponíveis.

Para doar localmente ligue (47) 3453-0588 ou (47) 9685-7302. O endereço do Centro Integrado é Rua XV de Novembro, 3165 – Glória – Joinville – SC.

Corpo de João Pessoa entrega cartões-alimentação para pessoas em necessidade

No dia 16 de Julho a distribuição de cartão-alimentação doado pela Campanha Compra Solidária do Carrefour foi feita na cidade de João Pessoa, na Paraíba. Em média 75 famílias da região foram ajudadas, dentre elas profissionais de reciclagem e portadores de necessidades especiais com seus familiares.

Com a preocupação em fazer com que o cartão chegasse a quem precisa, os Oficiais Dirigentes do Corpo de João Pessoa priorizaram 4 grupos de pessoas;

  • Catadores de reciclagem que estão inativos pelo isolamento social;
  • Pessoas portadoras de câncer;
  • Famílias de crianças autistas;
  • Famílias carentes da comunidade.

Segundo a Major Rosseli, responsável pela unidade local do Exército de Salvação, as famílias têm recebido suporte com alimentos básicos, como arroz e açúcar, mas com o Cartão Alimentação é possível comprar mistura e outros itens que complementam a refeição, de acordo com cada necessidade. Uma das mães beneficiadas relatou que, ao chegar em casa com as compras seu filho ficou muito contente “Ele pulava de alegria!”, contou ela.

Em depoimento, a catadora Isabela Barbosa da Silva disse: “Muito difícil a situação, com criança para alimentar e sem condição de trabalhar. O cartão do Carrefour vai ajudar a levar comida para casa.” E emocionada,  agradeceu bastante.

“ Hoje recrutamos as famílias da A-IMA(Associação das Familias de Crianças Autistas)  para receberem uma bênção realizada pelo projeto Carrefour e Exército de Salvação, onde cada família recebeu um cartão com crédito para aquisição de alimentos […] Bênção de Deus junto a esses anjos que estão aqui na terra para cuidar. Obrigada em nome de todas as famílias da A-IMA. Tudo muito lindo e organizado.”

Paulo Roberto de Paula – Pai de autista beneficiado.

Além dos cartões, as famílias também receberam roupas de doação e máscaras protetoras. Toda a distribuição foi feita com um distanciamento seguro e com as máscaras de proteção exigidas para evitar a propagação da COVID-19.

Veja mais ações do Exército de Salvação durante a pandemia.

Exército de Salvação doa Cartão Alimentação para famílias – Campanha é um apoio do Carrefour

Banner da campanha

Esta semana acontece a primeira ação de distribuição de Cestas Básicas em valor para pessoas em necessidade nesta pandemia. A ação é uma campanha promovida pela rede Carrefour chamada “Compra Solidária”, onde clientes puderam contribuir com qualquer valor para apoiar famílias atendidas por Instituições de Caridade durante os meses de Abril e Maio deste ano.

O Exército de Salvação foi uma das denominações beneficiadas, podendo apoiar centenas de famílias nas regiões de Curitiba (PR), Brasília (DF), Belo Horizonte (MG) , Boa Vista (RR), Porto Alegre (RS) , Recife (PE), João Pessoa (PB) e Natal (RN). A distribuição está sendo feita para famílias cadastradas nas unidades de atendimento social.

O Cartão Alimentação doado contém um saldo de R$ 100,00 equivalentes a uma Cesta Básica para cada família que pode ser utilizado na maioria dos mercados. O Carrefour contou com a empresa Ticket que confeccionou os cartões personalizados para esta ação e manteve o saldo bloqueado por segurança até que chegassem aos respectivos destinatários.

No Corpo 1º de Maio (MG), 75 cartões estão sendo distribuídos esta semana, algumas das pessoas ajudadas já constam casos confirmados de COVID-19 entre os familiares. Além disso, o Estado de Minas Gerais conta com um alto índice de desempregos, principalmente neste período de pandemia. O atendimento foi feito com hora marcada com intervalos de 15 minutos entre uma e outra família para entrega dos cartões.

“Foi um evento muito bom, não só para mim mas para a comunidade. É muito bom poder ver o Exército de Salvação trabalhando em conjunto com o Carrefour para atender os mais necessitados na comunidade, acredito que as famílias estão todas agradecidas por essa ajuda em um momento tão difícil que vivemos nos dias de hoje.”

Rafael de Oliveira – Voluntário do Corpo 1º de Maio em Belo Horizonte -MG

Mais ações de distribuição da Campanha “Compra Solidária” vão acontecer durante o mês de Julho, continue acompanhando futuras publicações em nosso Blog.

Distribuição acontece regularmente nas ruas de São Paulo – Saiba como ajudar

De segunda a sexta-feira a partir das 18:00 horas equipes de oficiais e voluntários do Exército de Salvação estão trabalhando nos bairros da cidade mais movimentada do Brasil. O foco da ação está em pessoas em situação de rua, que são supridas continuamente com alimentação, roupas e outros itens de higiene.

O tabalho com este público não é de agora, desde sua fundação em 1865, Londres – Inglaterra, o fundador do Exército de Salvação William Booth tinha uma atenção especial por pessoas marginalizadas da sociedade. O lema “sopa, sabão e salvação” amplia o evangelho não somente ofercendo o alívio espiritual e emocional, mas considerando a situação particular da necessidade de cada pessoa. Partindo deste princípio, representantes ao longo das décadas e de diferentes formas, culturas e línguas, atuam arduamente para atender pessoas em suas diversas situações de necessidade.

No Brasil existem projetos com profissionais para acompanhamento, capacitação, suprimento e apoio regularmente. Durante a pandemia, a necessidade acentuou em todos os âmbitos, mas principalmente neste público específico de moradores de rua. Desde então, o Exército de Salvação têm aumentado as ações e, com isso, a urgência de doações.

Até então foram distribuídos em média:

 Cobertores: 506
 Casacos de frio masculinos: 237
 Casacos femininos: 126
 Casacos infantis: 44
 Meias: 557
 Calças masculinas: 128
 Calças femininas: 71

“Têm sido uma experiência interessante, acredito que todos deveriam fazer este tipo de ação.”

Major Maruilson Souza – Responsável por coordenar as ações

Para contribuir com as ações do Exército de Salvação e saber mais sobre este trabalho acesse exercitodesalvacao.org.br.

Você também pode doar qualquer valor especificamente para esta ação na página de arrecadação da Campanha Cobertor do Bem: https://www.exercitodoacoes.org.br/campanhas/cobertor-do-bem

COVID-19 E DIA MUNDIAL DOS REFUGIADOS: O EXÉRCITO DE SALVAÇÃO ATENDE ÀS NECESSIDADES DE PESSOAS DESLOCADAS INTERNACIONALMENTE

REFUGIADOS, requerentes de abrigo e migrantes forçados estão entre os grupos mais vulneráveis ​​afetados pelo COVID-19. A Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) relata que atualmente existem 71 milhões de pessoas deslocadas em todo o mundo, e 134 países que hospedam refugiados relataram transmissão local de coronavírus. É nesse contexto que o Exército de Salvação está entrando, sempre que possível, para fornecer apoio adicional a esses indivíduos que já sofreram enormes dificuldades.

Refugiados venezuelanos que vivem em campos temporários e nas ruas de Boa Vista no Brasil, têm recebido apoio do Exército de Salvação – trabalhando em colaboração com as forças armadas do país, o ACNUR e outras agências de ajuda humanitária – há dois anos. Com o advento do COVID-19, refeições adicionais e kits de higiene foram distribuídos no Projeto Pontes do Exército de Salvação na cidade, a fim de ajudar aqueles para quem as finanças são perigosamente apertadas. Os refugiados que costumavam ganhar a vida vendendo água, doces ou lanches em áreas públicas ou em cruzamentos de estradas não conseguem obter renda devido a restrições de circulação. Além disso, os refugiados estão enfrentando o problema de serem despejados de prédios públicos abandonados que estavam sendo usados ​​como abrigo. O Exército de Salvação tem ajudado a registrar pessoas vulneráveis ​​e continua a fornecer monitoramento psicossocial, além de alimentos, outros itens básicos, como colchões.

No sul do país, o Centro Integrado João de Paula, do Exército da Salvação, em Joinville, está ajudando refugiados do Haiti e da Venezuela que enfrentam dificuldades com os efeitos econômicos das regulamentações para gerenciar a propagação do coronavírus. Muitos trabalham em empregos informais que cessaram por causa da pandemia, deixando-os novamente sem uma renda básica. Pacotes de alimentos foram distribuídos para cerca de 35 famílias vulneráveis para garantir uma nutrição com qualidade. Assim como em Boa Vista, está sendo oferecido assistência com a documentação oficial, além de kits de higiene e limpeza.

Os desafios de manter uma boa higiene no contexto de um campo de refugiados são consideráveis. Quatro mil famílias (representando mais de 20.000 indivíduos) sendo apoiadas pelo Exército de Salvação no assentamento de refugiados de Kyangwali, Uganda , têm um apoio financeiro mínimo e não podem comprar suprimentos básicos. Os membros da equipe do Exército de Salvação, já engajados em uma iniciativa de água, saneamento e higiene no assentamento, fornecerão a cada pessoa sua própria barra de sabão para ajudar a impedir a propagação da doença. Com as condições restritas no local, qualquer transmissão do COVID-19 seria extremamente perigosa.

Na África do Sul, um abrigo de emergência para pessoas sem-teto apoiado pelo Exército de Salvação em Marabastad, Pretória, desde o início do bloqueio é especificamente para solicitantes de abrigo. Com a chegada do inverno e a perspectiva incomum de previsão de neve para Joanesburgo, as refeições quentes são um componente importante do apoio do Exército de Salvação. O abrigo – uma antiga prisão – inicialmente planejava acomodar 250 solicitantes de acolhimento que aguardavam o registro correto e documentação. Atualmente, atende 350 homens, mulheres e crianças, incluindo moradores de rua.

Refugiados e outros migrantes em Tijuana, México , estão entre os mais afetados pelo coronavírus na região. Muitos viajaram centenas de quilômetros da América Central e além, para chegar à fronteira com os EUA, onde permanecem até que seus pedidos de asilo sejam ouvidos. A maioria vive em abrigos lotados ou em tendas improvisadas em terreno duro, de modo que as circunstâncias são severas. A Casa Puerta de Esperanza, do Exército da Salvação, distribui pequenos pacotes de cuidados e caixas de bebidas para fazer a diferença e dar esperança.

As populações migrantes no Oriente Médio estão recebendo pacotes de alimentos e cupons de supermercado. Muitos trabalhadores de toda a Ásia e África são trazidos para a região para trabalhar no campo da construção, trabalho doméstico ou serviços de limpeza. Durante a pandemia, muitos deles foram remunerados com salário parcial e são um segmento da população que está sendo constantemente ignorado. Os esforços em toda a região do Exército de Salvação atenderão a mais de 1.500 trabalhadores migrantes. No Kuwait , o Exército da Salvação está trabalhando com embaixadas e consulados nacionais, bem como com o Centro Comunitário Internacional da Cidade do Kuwait. A distribuição do vale-presente coordenada pelo Exército de Salvação dá às famílias migrantes acesso a alimentos essenciais e suprimentos de higiene por 30 dias seguidos. Esquemas de cupons semelhantes em Bahrein e os Emirados Árabes Unidos também buscam garantir que os migrantes tenham uma fonte confiável de alimentos, enquanto a turbulência econômica significa que seus meios de subsistência estão suspensos.

A Espanha foi particularmente afetada pelo vírus COVID-19, e as pessoas mais vulneráveis ​​são imigrantes que não possuem os mesmos direitos que os cidadãos espanhóis. Todos os corpos (centros) do Exército de Salvação do país desenvolveram programas de distribuição de alimentos, com o objetivo de garantir que aqueles sem a documentação correta – e muitas vezes em risco de exclusão – recebam a assistência necessária.

Espanha

Na Grécia , o centro de dia Omonia do Exército de Salvação e Victoria Square, Atenas, reabriu com um novo layout cuidadosamente pensado para fornecer assistência humanitária a refugiados e requerentes de abrigo, garantindo o distanciamento social obrigatório para a segurança dos usuários do serviço e funcionários. O local é o centro da resposta do Exército de Salvação aos migrantes na cidade, com três outras agências fornecendo apoio sob o mesmo teto, a fim de fornecer cuidados abrangentes para os necessitados. Os usuários do serviço têm compartilhado suas histórias de bloqueio e estão ansiosos pelo ‘novo normal’.

  • Displaced é um filme feito no Brasil sobre os refugiados atendidos em Roraima, e pode ser visualizado e baixado via sar.my/displaced
  • Atualizações regulares do COVID-19 – incluindo um mapa interativo, vídeos e recursos para download – podem ser encontradas em nosso site: sar.my/covid19
  • As fotos estão disponíveis em sar.my/covidpics

Conteúdo original traduzido: Sede da IHQ Communications International https://www.salvationarmy.org/ihq/news/inr170620