COVID-19: Exército de Salvação Brasil lança campanha de arrecadação para continuar os trabalhos

O Exército de Salvação Brasil lançou nessa última quarta-feira 25/03 uma campanha de arrecadação para continuar realizando seu trabalho que consiste em retirada de doações, Bazares Beneficentes, ações emergenciais e trabalhos sociais no Brasil inteiro.

Com o novo COVID-19, algumas atividades do Exército de Salvação tiveram que ser algumas parcialmente e outras totalmente paralisadas por questões de segurança dos funcionários e da população e com isso, os fundos que antes eram arrecadados através dessas atividades cessaram, assim diminuindo cada dia mais a chance de manter o funcionamento de todos os projetos.

Contudo, o Exército de Salvação Brasil não perdeu as esperanças de continuar a cumprir sua missão e pede encarecidamente a contribuição de doadores, clientes e apoiadores da causa.

Para doar, acesse nosso site.

COVID-19:Como o Exército de Salvação tem respondido ao Coronavírus

O Exército de Salvação é um Movimento internacional presente hoje em 131 países. A situação de alerta em que o mundo se encontra está cada vez mais acentuada e é de responsabilidade global que cuidemos uns dos outros. Em meio à tudo isso, a Instituição tem respondido de diferentes formas em suas obras locais.

Em Roma, capital da Itália, o Exército de Salvação atua com atendimento Social para pessoas em situação de rua. O Major David Cavanagh, Secretário Geral, relata:

“Os cultos comunitários dominicais estão suspensos em toda a Itália. Em Roma, além das razões de segurança da saúde a suspensão se deve ao fato de termos a situação particular do Centro Social, com programas de atendimento de longo prazo destinados a pessoas vulneráveis. […] O resgate de inverno, que prevê a entrega de refeições, continua regularmente porque temos a certeza de que atividades humanitárias não são proibidas pelo governo. O próprio Centro Social está tomando todas as medidas necessárias para garantir a prevenção. Pedimos aos atendidos que mantenham a distância regulamentar de um metro nas fileiras, que entrem alguns de cada vez e se revezem. São divididos grupos de no máximo 10 pessoas que entram para serem atendidos. Podemos continuar fazendo isso, não é proibido.”

Na Coreia do Sul, a Instituição foi às ruas com suas urnas conhecidas como “panelas de natal”, tradicionais na época natalina, mas com o objetivo de arrecadar máscaras descartáveis e higienizadores de mãos, que serão distribuídas em comunidades necessitadas para prevenção do vírus.

Nos Estados Unidos, representantes estão trabalhando com as autoridades para se preparar para a possibilidade de um surto de COVID-19. Em nota, o site oficial publicou:

” Estamos constantemente fornecendo atualizações à Agência Federal de Gerenciamento de Emergências sobre nosso status Nacional de preparação e resposta. Em todo o país, equipes treinadas de resposta a emergências do Exército de Salvação estão de prontidão para ajudar, se solicitado. Além disso, apoiamos os agentes de saúde pública dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, fornecendo lanches e hidratação no Aeroporto Internacional O’Hare, em Chicago.”

No Brasil, o Centro Integrado João de Paula ( Joinville-SC ) está paralisando as atividades voltadas ao público da terceira idade. Outras unidades sociais com atendimentos a crianças, pessoas em situação de rua, entre outros públicos específicos estão tomando precauções para evitar que o vírus se alastre.

Estes e outros territórios tem mobilizado voluntários que continuam trabalhando em favor da missão de ajudar o próximo, fazendo distribuições de itens básicos, conscientizando funcionários, voluntários e assistidos, contribuindo com situações emergenciais e equipes de atendimento médico, sempre tomando os devidos cuidados e, confiados de que estão realizando a missão pelo qual foram chamados.

Brian Peddle – General do Exército de Salvação em nota no Twitter

” COVID 19, um assunto sério para todos. Como as pessoas de fé devem responder? Trabalhamos e servimos a partir de uma missão dada por Deus, focada em sal e luz. Nós não somos entregues ao medo. Salmo 54: 4 é o Senhor quem me sustenta. Orando hoje por uma perspectiva divina.”

Fontes: https://www.nev.it/nev/2020/03/13/il-coronavirus-non-ferma-le-attivita-umanitarie-dellesercito-della-salvezza

https://centralusa.salvationarmy.org/metro/news/the-salvation-armys-statement-regarding-covid-19?utm_source=organic&utm_medium=social&utm_campaign=stories

https://youtu.be/ZDmxRl4RHhg

Exército de Salvação conclui atendimento às vítimas das chuvas em Belo Horizonte

No mês de Fevereiro de 2020 o Exército de Salvação esteve trabalhando com voluntários para atender e apoiar pessoas que tiveram suas casas atingidas pelas fortes chuvas na região. Ao total, foram cerca de 130 famílias cadastradas para acompanhamento e distribuição de doações a fim de suprir as principais necessidades apresentadas.

Os Majores Paulo e Claudete, representantes da Instituição em Belo Horizonte, relataram os detalhes das ações. Eles afirmam que o contexto social e político influenciam na situação atual da população, que vai além do desastre natural. Ainda restam alguns materiais a serem entregues para as famílias, visto que a cidade ficou sem produtos suficientes para compra e distribuição pela alta demanda e necessidade. Contudo o trabalho ainda não acabou, as distribuições foram um primeiro passo para se aproximar das famílias, este é um processo a longo prazo de restituição.

O diferencial do Exército de Salvação é que outras ONGs podem também fornecer o material, mas nós temos pessoas, parte da equipe, que podem orar, aconselhar e encaminhar, e as pessoas recebem isso também com outros olhos no atendimento. Nós não somos apenas quem leva algo material, mas quem pode apresentar algo maior; o caminho da Salvação. Neste momento de pânico e falta de esperança só Deus pode resgatar através da oração.

Major Paulo Swartele – OD Corpo 1º de Maio – Belo Horizonte – MG

Famílias perderam tudo, mas o mais importante é que elas estão com vida, e este é o benefício maior. As coisas materiais foram perdidas, mas podem ser recobradas, nosso desejo é que elas não desistam. E que, com a ajuda de Deus, elas possam se restabelecer.

Major Claudete – OD Corpo 1º de Maio – Belo Horizonte – MG

Muitos voluntários e doadores apoiaram a causa tornando o atendimento possível. Em palavra de agradecimento foram citados;

  • Quartel Nacional (Sede do Exército de Salvação no Território do Brasil);
  • Voluntários do corpo de 1º de maio (Soldados e amigos);
  • Doadores da região e também de outros estados;
  • Carrefour;
  • Igreja Batista de Sabará;
  • Fiocruz;
  • Cruz Vermelha.

Se você fez parte desta ação de apoio às vítimas das chuvas, seja divulgando, doando algo material, ou intangível como seu tempo ou suas orações, gostaríamos de oferecer nossos sinceros agradecimentos.

Ceia Solidária – Rancho do Senhor – 31 de Janeiro de 2020

No final de Janeiro, o Exército de Salvação realizou seu último evento da campanha Ceia Solidária, na instituição Rancho do Senhor , localizado no bairro da Saúde, zona Sul de São Paulo.

O evento foi especialmente destinado a jovens gestantes e mulheres em situação de abrigo e rua. Foram servidos 70 refeições com muito carinho e gratidão.

A Ceia Solidária foi lançada em Outubro de 2019 e foi finalizada no final de Dezembro, arrecadando o valor de R$ 5.819,50 possibilitando a distribuição de 787 refeições, passando a meta estipulada em 400 refeições. E por conta desse sucesso que foi a campanha, o Exército de Salvação teve a alegria de conseguir realizar mais um evento e este foi assim como os outros muito especial e gratificante.

Chuvas em Belo Horizonte e o apoio solidário

Nos dias 24 e 25 de Janeiro de 2020 foi registrado o maior acúmulo de água causado por chuvas em 110 anos na capital mineira. Até esta segunda-feira (27) foram registradas 14 mortes envolvendo deslizamentos e desabamentos, além de inúmeros transtornos à população.

Diversas ONG’s começaram a agir junto à defesa civil em prol de vítimas das destruições causadas pela chuva. O Exército de Salvação também pede o apoio de todos os colaboradores da região de Belo Horizonte para dar assistência à população atingida.

Das necessidades encontradas os seguintes itens podem ser doados;

  • Itens de Higiene pessoal;
  • Material de limpeza;
  • Colchões;
  • Roupas;
  • Alimentos.

Para entrar em contato com o Exército de Salvação em Belo Horizonte ligue (31) 3433-3563 ou pelo whatsapp (31) 98580-2833.