Exército de Salvação distribui roupas na Campanha “Juntos sOMOs”

A Ação é uma parceria com os supermercados D’avó e a marca OMO da Unilever.

No dia 09 de Fevereiro, aconteceu no Complexo Lar das Flores (Suzano/SP) a ação de distribuição de roupas para famílias atendidas na unidade do Exército de Salvação. As roupas foram doadas por clientes dos supermercados D’avó, e higienizadas pela lavanderia OMO para a distribuição.

As peças lavadas variam entre roupas infatis e adultas. Foram expostas em araras e mesas ao ar livre para que as pessoas pudessem escolher o que lhes vestia e o que era necessário. Cerca de 20 famílias cadastradas foram beneficiadas na ocasião em diferentes horários no período da manhã, a fim de evitar aglomeração.

Confira fotos da ação:

A arrecadação aconteceu entre os meses de Dezembro de 2020 e Janeiro de 2021, e as ações sociais estão ocorrendo no mês de Fevereiro por unidades do Exército de Salvação, principalmente na Zona Leste de São Paulo, onde é localizado a maior parte das lojas D’avó.

Além desta, já ocorreram outras ações, e até o final deste mês as unidades do Exército de Salvação irão promover distribuições para diferentes públicos.

Novos caminhões são adicionados na frota de coleta de doações

O setor de coleta e Bazares Beneficentes do Exército de Salvação iniciou no final do ano de 2020 a adição de novos caminhões para aumentar a capacidade de coletas diariamente.

Esta semana, as primeiras decorações estão sendo feitas nos carros novos. A arte “Doar é um superpoder” e “Contém amor” foram desenvolvidas pela agência WmcCann, em parceria com o Exército de Salvação.

Modelo Constellation com a arte “Doar é um superpoder que todo mundo pode ter”.
Modelo Delivery com a arte “Contém o que tem de mais valioso: amor”

Os caminhões de coleta são umas das principais ferramentas para que o processo de doação aconteça, pois neles são feitos todos os transportes e locomoções de doações, tanto da residência do doador para o galpão, quanto para abastecer os Bazares Beneficentes.

Hoje, o setor de doações atende os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná, nas capitais e regiões metropolitanas. Os novos caminhões em breve estarão circulando nesses locais.

Bazar Beneficente do Grajaú inaugura novo espaço

O Bazar Beneficente do Exército de Salvação localizado no bairro do Grajaú – SP, inaugurou seu novo espaço na última sexta-feira desse mês.

A expansão, trouxe mais espaço para circulação de clientes e acomodação dos produtos que chegam praticamente todos os dias no bazar, além de reformar algumas partes existentes da loja para melhor acomodação do público que frequenta a loja.

O Bazar Beneficente do Grajaú, é um dos maiores dentre os bazares da ONG em São Paulo e contribui fortemente para o programa de apoio às instituições sociais do Exército de Salvação.

Se quiser conhecer o Bazar Beneficente Grajaú, ele fica localizado na Av. Belmira Marin, 900 – Grajaú, São Paulo – SP, horário de atendimento: das 10h ás 18h. Veja a seguir as fotos desse dia:

Caixa do Bem ganha novo visual e pontos de coleta

O Projeto Caixa do Bem foi consolidado há mais de 5 anos e cresceu em parceria com supermercados e condomínios. A Caixa é uma proposta de oferecer o serviço de coleta de pequenas doações em locais de fácil acesso ao doador, diminuindo a necessidade de agendamentos e espera.

O material resistente (metal) e a capacidade de armazenamento possibilitam a instalação das caixas de forma fixa, tornando nossos parceiros pontos de referência ao doador com segurança e praticidade.

Este ano, a fim de trazer melhorias, o Exército de Salvação adotou um novo modelo de caixa, mais seguro e com maior capacidade. A cor vermelha foi substituída pela amarela, e a boca com rampa de acesso agora conta com uma alavanca de fácil manuseio para depositar as doaçãoes sem perigo de extravios e furtos.

Parceiros do Exército de Salvação contribuem com a expansão e melhoria de atendimento nas coletas de doações.

Hoje, o Exército de Salvação está a procura de novos parceiros para expandir a área de atendimento e oferecer mais opções aos doadores de diferentes regiões, incluindo os demais Estados de atuação.

Esta semana foi inaugurado um novo ponto no Shopping Boulevard Tatuapé, no Shopping Metrô Tatuapé e também será incluído um ponto na Loja Leroy Merlin – Interlagos, todos na cidade de São Paulo (SP). É esperado que até o final de 2020 e no início de 2021 mais pontos sejam instalados em estabelecimentos comerciais em Curitiba (PR) e no Rio de Janeiro (RJ).

Todos os endereços podem ser encontrados no site: https://www.exercitodoacoes.org.br/doacoes/pontos-de-coleta

Para ser um parceiro, entre em contato pelo e-mail [email protected] ou ligue (11) 3238-4615.

Programa de Bazares 20 Anos – Depoimento do Coronel John Jones

O Tte-Coronel John Jones aceitou falar com exclusividade ao Blog do Exército de Salvação, lembrando alguns fatos históricos relativos à abertura do Programa de Bazares Beneficentes, no ano 2000.

Confira abaixo o depoimento do Tte-Coronel Jones:

“Estou contente poder participar do evento comemorando 20 anos desde a inauguração do primeiro Salvashopping.

Durante anos havia no Território a ideia de criar um trabalho como os chamados ‘Thrift Stores’ (Bazar de Usados) como acontece em outros territórios.

Para dar seguimento a esse desejo decidimos chamar um oficial dos Estados Unidos para fazer um pequisa e nos indicar como poderíamos iniciar tal trabalho.

Na epoca o Coronel Gruer era o Chefe Territorial e eu, seu Secretario em Chefe. O oficial veio e, durante alguns dias fez a sua pequisa. Ao terminar ele foi convidado para conversar com o Conselho de Finanças sobre suas conclusões.

Ele falou que seria possível iniciar, sim. Ficamos contentes. Então ele disse que iria custar dois milhões de dólares para poder começar de forma viável! Essa bomba nos deixou desanimados, e foi decidido não ir para a frente com esse propósito.

Passaram algumas meses e eu me tornei Chefe no lugar do Coronel Gruer. Após algum tempo convidamos o Major David Waite para o Território do Brasil. Ele foi nomeado Secretario da Obra Social e pedimos que ele tentasse iniciar a obra desejada.

Porém, ele passou essa responsabilidade para o Major Dirceu Lemos, seu sub-secretario da Obra Social, e o Major Dirceu iniciou suas pesquisas.

Após algum tempo ele veio com as suas propostas, os quais foram levadas ao Conselho de Finanças. O Major indicou que alugássemos um galpão grande para ser o local do Salvashopping (o nome foi dado por ele!).

E poderíamos alugar esse local por – se eu me lembro corretamente – R$ 4.000 por mês!

Mais um susto. A maior parte dos membros do conselho acharam que essa soma estaria bem além das nossas possibilidades. Decidimos chamar o Major para expor suas ideias. Ele veio, e explicou que não adiantava iniciar de forma pequena, pois isso daria poucos resultados.

Ele falou que tinha achado o dito galpão e que o preço foi razoável pelas seguintes razões: ficava num lugar onde passava muita gente para fazer compras; o espaço daria condições para expor os itens bem; e as pessoas entrando iriam ver que esse lugar não era simplesmente uma pequena loja de roupas, mas algo bem maior, que valeria sua frequência.

Ouvindo suas explicações ficamos convencidos. O Major tinha razão. Mas agora veio mais uma bomba: ‘Eu vou precisar de um veículo’ disse o Major Dirceu. E não somente um pequeno veiculo, mas algo como um pequeno caminhão! E ele já sabia o preço!

Eu acho que só com a ajuda de Deus, ele conseguiu que aceitássemos suas propostas.

O resto é historia. No dia quando eu fiz a cerimônia de inauguração o galpão estava cheio de tantas roupas, equipamentos, artigos e aparelhos de todo tipo; alguns itens com preços bem elevados!

Ao concluir, quero dar meus sinceros parabéns ao Major Dirceu pelo ótimo trabalho que ele começou, e dirigiu durante anos. Trabalho que vai crescendo cada vez mais. E com o crescimento da Salvashopping veio o crescimento de fundos para o financiamento da obra salvacionista no Brasil.

De verdade, o Major foi usado por Deus a fim de fazer um trabalho maravilhoso para o Reino de Deus no Brasil. De todo o coração eu acredito que ninguém, do Brasil ou de outro Território, poderia ter feito um trabalho tão espetacular e de tanto valor. Confesso que admiro o Major por tudo que fez, e está fazendo. Mando abraços calorosos para meu cadete na época e agora meu amigo e colega de grande valor. Todo o Território do Brasil lhe deve respeito, admiração e carinho.

E eu não posso deixar de frisar que, muito do que o Major fez, não teria sido possível sem a ajuda e apoio constante da Major Elisana.

Ele tinha seu próprio trabalho, mas muito que foi conseguido pelo Major foi por causa desta ajuda indispensável dada por sua querida esposa. Envio um caloroso abraco para ela com meus profundos agradecimentos pelo grande trabalho que ela fez junto com o Major.

Que Deus os abençoe cada vez mais!

John Jones – Coronel”