Centro Integrado João de Paula atende imigrantes e refugiados com apoio de parceiros

O Centro Integrado João de Paula, unidade de atendimento social do Exército de Salvação em Joinville (SC), presta auxílio e oferece cursos regularmente a pessoas imigrantes e refugiadas. Com a pandemia, algumas atividades foram temporariamente pausadas, mas a Instituição continua ajudando as famílias distribuindo doações de itens básicos como alimentos, itens de higiene, limpeza e roupas.

Além da pandemia, que manteve a maior parte da população reclusa, recentemente na região Sul também houve um forte impacto do Ciclone Bomba. A cidade de Garuva foi uma das regiões mais afetadas, e o Exército de Salvação esteve apoiando as famílias atingidas com doações.

“Fomos até lá levar alguns itens de alimentação e limpeza e também algumas roupas e cobertores para famílias haitianas.”

Capitã Paula Mendes – Diretora de filial no Centro Integrado João de Paula

Diversos doadores têm ajudado a manter as distribuições e, graças a este apoio o CI João de Paula pode continuar auxiliando as famílias atendidas na região durante esses tempos difíceis e de necessidade.

Campanha de arrecadação de roupas

A Triton, é uma das empresas que têm ajudado com doações. As lojas de revenda da marca em diversas regiões do Brasil realizaram uma arrecadação de roupas usadas com os clientes e uma forte campanha nas redes sociais. Esta semana o CI recebeu a primeira parte das doações arrecadadas nesta Campanha.

O Bar koala e a floricultura Agroflora também são empresas que têm contribuído com doações, promovendo arrecadação de alimentos que estão sendo distribuídos na unidade social.

Além das ações de distribuição, o Centro Integrado têm produzido conteúdo online e o Bazar Beneficente também está disponibilizando atendimento de venda pelo Instagram. Acesse @bazarjoaodepaula para conferir os itens disponíveis.

Para doar localmente ligue (47) 3453-0588 ou (47) 9685-7302. O endereço do Centro Integrado é Rua XV de Novembro, 3165 – Glória – Joinville – SC.

Conferência estratégica em favor do Haiti planeja apoio a longo prazo

Os delegados do Exército de Salvação reunido em favor do Haiti

Recomendações provenientes de uma conferência estratégica internacional em favor do Haiti, realizada em Londres, confirma que o Exército de Salvação estará envolvido na reconstrução do Haiti muito além das dificuldades instauradas após a situação emergencial provocada pelo terremoto que atingiu o país em janeiro.

A conferência teve a participação de uma delegação do Território do Caribe do Exército de Salvação, representantes de outros dez territórios envolvidos no socorro e processo de reconstrução e de membros da sede internacional do Exército de Salvação.

Bem como se comprometer com a ajuda de emergência em curso, que chega a U$ 500.000 por mês, os delegados da conferência ofereceram financiamento para projetos de construção que custam milhões de dólares e que poderão levar mais de cinco anos para serem concluídos. Apesar das generosas ofertas muitos mais dinheiro será necessário para completar tudo o que precisa e o aumento das parcerias com doadores que não são do Exército de Salvação fará parte do processo.

O Exército de Salvação em Porto Príncipe oferece serviços essenciais a uma das áreas mais pobres no Haiti e delegados da conferência expressaram fortemente sua convicção de que as instalações do Exército da Salvação precisam ser reconstruídas o mais rápido possível.

A maioria dos edifícios, tanto do Exército de Salvação quanto da cidade, foram tão danificados que terão que ser demolidos. A estimativa é que levará cerca de um ano só para remover os escombros, sendo que há ainda muitos corpos sob eles.

Durante os próximos meses, a prioridade será a transição para os projetos a longo prazo, enquanto o serviço de emergência continua o trabalho imediato. Ao discutir o que precisa ser feito os delegados se dividiram em três grupos, abrangendo a fase emergencial, projetos comunitários e de desenvolvimento e perspectivas de infra-estrutura. São nesses três eixos que o Exército de Salvação continuará a trabalhar no Haiti.

Exército de Salvação já distribuiu mais de um milhão de refeições

haiti_meals_2 por SalvationArmy.ca19970_263203116439_522631439_4012250_7097358_n por SalvationArmy.ca

O Exército de Salvação já distribuiu mais de um milhão de refeições, centenas de tendas, itens para bebês e suprimentos médicos em resposta ao terremoto do Haiti.

As cestas básicas entregues à população alimentam durante uma semana, uma família de cinco pessoas. A assistência médica continua com um time de 14 pessoas, incluindo oito médicos que atendem mais de 200 pessoas a cada dia. Procedimentos cirúrgicos complexos são realizados com pouca infra-estrutura.

O Exército de Salvação tem reiniciado aulas para crianças de três a seis anos de idade num local provisório. O principal foco da instituição é dar apoio a 20.000 pessoas acampadas num campo de futebol em Porto Príncipe.

Até o momento, o Exército de Salvação no Canadá, por exemplo, tem arrecadado $ 4.4 milhões no apoio aos esforços contínuos de servir às vítimas do Haiti. Mais de $ 200.000 tem sido arrecadado através das doações via mensagem de texto.

O Brasil também mantém uma conta disponível para os brasileiros que queiram auxiliar o trabalho do Exército de Salvação no Haiti:

Banco Itaú / Agência: 1000 / C.C: 62.233-0

Relato em primeira mão sobre a distribuição de alimentos no Haiti

salvationarmy_haiti_food

Leia a seguir o relato da Major Kelly Ponster, uma das responsáveis pelo trabalho do Exército de Salvação de assistência às vítimas do terremoto no Haiti.

“A fome e o cansaço eram evidentes nos rostos daqueles passando pela fila de distribuição de alimentos. No dia 1 de fevereiro, um comboio de veículos trouxe ao local 40 membros Em 1 de fevereiro, no momento em 2 locais, um comboio de caminhões carregados de comida. O Exército de Salvação rapidamente assumiu o controle e dentro de minutos as portas dos caminhões foram abertas e comida começou a ser distribuída. Dezenas de militantes do Exército de Salvação e voluntários foram ao local para a entrega dessa quarta leva de distribuição de alimentos na região. Para eles, tratava-se de serviço. Para desabrigados a questão era a sobrevivência.

Milhares de famílias se enfileiraram nas estradas empoeiradas aguardando um carimbo nos cartões de entrega de alimentos. À medida que a fila avançava, as pessoas recebiam suas cestas básicas, suficientes para alimentar uma família de cinco integrantes durante uma semana. Cerca de 552.000 alimentos foram distribuídos em menos de quatro horas.

A vida ao redor do acampamento do Exército de Salvação continua difícil. O saneamento básico é uma preocupação constante e a resposta emergencial prossegue a cada dia. Seria fácil pensar que não há sinais de esperança em meio às ruínas do bairro. No entanto, naquele dia pequenos gestos fizeram a diferença. Um grupo de três jovens voluntários, fazendo seu melhor para manter a fila de distribuição de alimentos andando, avistou uma mulher idosa que parecia estar um pouco em dúvida quanto ao processo. Eles se afastaram da fila e se achegaram a ela, tempo suficiente para ajudá-la a fechar sua caixa e colocar a comida em cima de sua cabeça para poder transportá-la de volta ao acampamento. Isso levou apenas dez segundos, mas fez a diferença. Em meio ao caos e desespero ainda há lugar para o respeito.’’