Quer ser um parceiro?

Existem diversas formas de apoiar o trabalho do Exército de Salvação além da doação de roupas e outros objetos. Todo apoio é bem-vindo, e ajuda na divulgação do serviço de retirada de doações da instituição.

– Divulgação de Banners em Sites e Blogs

É possível escolher um banner como esse ao lado e colocar em seu site ou blog , ajudando a divulgar que o Exército de Salvação retira doações de roupas e outros.

Para copiar os códigos, acesse nossa seção de voluntariado digital.

– Parceria Empresarial

Na seção Parceria Empresarial existem formas diversas de como ajudar o Exército de Salvação, através da doação de objetos de sua empresa, de dinheiro, de créditos da Nota Fiscal Paulista, e da divulgação em veículos de comunicação.

– Envio de E-mails para amigos

Na seção de voluntariado digital também é possível enviar emails para amigos, informando que o Exército de Salvação retira doações de roupas, móveis e outros.

O envio é feito de forma automática e segura, e ajuda o Exército de Salvação a divulgar seu trabalho.

– Doação de Dinheiro

Na seção Doação em Dinheiro é possível apoiar o trabalho do Exército de Salvação através da doação de dinheiro, seja por depósito bancário, boleto, cartão de crédito e outros. Qualquer quantia doada é bem-vinda e ajuda na manutenção e expansão do trabalho do Exército de Salvação no Brasil.

– Campanhas de Arrecadação de Doações

Se você quiser fazer uma campanha de arrecadação de doações para o Exército de Salvação, pode imprimir cartazes na página Voluntariado Digital , e agendar a retirada das doações arrecadadas pelo telefone 4003-2299. Lembramos que atendemos as cidades de São Paulo, ABCD paulista, e Rio de Janeiro.

Toda ajuda é bem-vinda!

Exército de Salvação inicia trabalho na Nicarágua

O General Shaw Clifton, líder internacional do Exército de Salvação, anunciou o início oficial do trabalho da organização na Nicarágua a partir do dia 1º de março, aumentando para 120 o número de países em que o Exército de Salvação atua.

Tentativas de iniciar o trabalho no país, na década de 80, foram frustradas devido aos conflitos políticos na época. No entanto, em 2005, com a abertura do regime à presença de organizações cristãs, o território foi sondado como possibilidade de início do trabalho do Exército de Salvação.

Após a resolução das questões legais, este ano os Majores Enrique e Ana Molina, da Costa Rica, foram nomeados para liderar o trabalho em Nicarágua e há um otimismo quanto ao desenvolvimento do trabalho no local.

Em janeiro, o Exército de Salvação iniciou o trabalho em Sierra Leoa, no continente africano.