Exército de Salvação está ajudando as vítimas do Terremoto no Haiti

No dia 14 de Agosto um terremoto de magnitude 7.0 atingiu o Haiti, causando muitas mortes e destruição. O Exército de Salvação no território está mobilizando quem puder ajudar as comunidades atingidas com alimentos, abrigo e apoio humanitário.

” O Exército de Salvação na Região Sul do Haiti está em grande sofrimento, não somente as pessoas estão em extrema necessidade, mas quase todas as unidades do Exército de Salvação: igrejas e escolas estão destruídas, ou comprometidas depois do Terremoto de magnitude 7.0. A foto abaixo é de um dos prédios em L’azile.”

Publicação na Página do Facebook do Território do Haiti.

A comunidade de L’azile foi uma das mais atingidas no terremoto do dia 14. Todas as igrejas da região foram destruídas. Milhares de pessoas estão sem onde dormir, pois perderam suas casas e estão utilizando lonas, ou as próprias roupas como abrigo. Muitas dessas pessoas perderam alguém no desastre. O Exército de Salvação perdeu um Jovem Soldado (criança membro).

Os templos e as escolas tiveram seus prédios destruídos ou terão de ser demolidos. A comunidade está desesperadamente necessitando de ajuda humanitária neste momento. Ações de distribuição estão sendo feitas nas comunidades, em uma distribuição de alimentos cerca de 300 pessoas foram ajudadas. Veja algumas fotos:

Oficiais do Exército de Salvação em comunidade no Haiti
Preparação de refeição para distribuição aos desabrigados.
Voluntários trabalhando em ação de apoio às vítimas do terremoto.
Distribuição de alimentos na comunidade atingida.

Agradecemos a todos os Oficiais, Soldados e Voluntários que estão assistindo essas pessoas. Obrigado a todos que vão ou estão contribuindo para ajudar essas famílias.

fonte: https://www.facebook.com/Haiti-Salvation-Army-Emergency-Disaster-446314385431475

Conferência estratégica em favor do Haiti planeja apoio a longo prazo

Os delegados do Exército de Salvação reunido em favor do Haiti

Recomendações provenientes de uma conferência estratégica internacional em favor do Haiti, realizada em Londres, confirma que o Exército de Salvação estará envolvido na reconstrução do Haiti muito além das dificuldades instauradas após a situação emergencial provocada pelo terremoto que atingiu o país em janeiro.

A conferência teve a participação de uma delegação do Território do Caribe do Exército de Salvação, representantes de outros dez territórios envolvidos no socorro e processo de reconstrução e de membros da sede internacional do Exército de Salvação.

Bem como se comprometer com a ajuda de emergência em curso, que chega a U$ 500.000 por mês, os delegados da conferência ofereceram financiamento para projetos de construção que custam milhões de dólares e que poderão levar mais de cinco anos para serem concluídos. Apesar das generosas ofertas muitos mais dinheiro será necessário para completar tudo o que precisa e o aumento das parcerias com doadores que não são do Exército de Salvação fará parte do processo.

O Exército de Salvação em Porto Príncipe oferece serviços essenciais a uma das áreas mais pobres no Haiti e delegados da conferência expressaram fortemente sua convicção de que as instalações do Exército da Salvação precisam ser reconstruídas o mais rápido possível.

A maioria dos edifícios, tanto do Exército de Salvação quanto da cidade, foram tão danificados que terão que ser demolidos. A estimativa é que levará cerca de um ano só para remover os escombros, sendo que há ainda muitos corpos sob eles.

Durante os próximos meses, a prioridade será a transição para os projetos a longo prazo, enquanto o serviço de emergência continua o trabalho imediato. Ao discutir o que precisa ser feito os delegados se dividiram em três grupos, abrangendo a fase emergencial, projetos comunitários e de desenvolvimento e perspectivas de infra-estrutura. São nesses três eixos que o Exército de Salvação continuará a trabalhar no Haiti.

Exército de Salvação já distribuiu mais de um milhão de refeições

haiti_meals_2 por SalvationArmy.ca19970_263203116439_522631439_4012250_7097358_n por SalvationArmy.ca

O Exército de Salvação já distribuiu mais de um milhão de refeições, centenas de tendas, itens para bebês e suprimentos médicos em resposta ao terremoto do Haiti.

As cestas básicas entregues à população alimentam durante uma semana, uma família de cinco pessoas. A assistência médica continua com um time de 14 pessoas, incluindo oito médicos que atendem mais de 200 pessoas a cada dia. Procedimentos cirúrgicos complexos são realizados com pouca infra-estrutura.

O Exército de Salvação tem reiniciado aulas para crianças de três a seis anos de idade num local provisório. O principal foco da instituição é dar apoio a 20.000 pessoas acampadas num campo de futebol em Porto Príncipe.

Até o momento, o Exército de Salvação no Canadá, por exemplo, tem arrecadado $ 4.4 milhões no apoio aos esforços contínuos de servir às vítimas do Haiti. Mais de $ 200.000 tem sido arrecadado através das doações via mensagem de texto.

O Brasil também mantém uma conta disponível para os brasileiros que queiram auxiliar o trabalho do Exército de Salvação no Haiti:

Banco Itaú / Agência: 1000 / C.C: 62.233-0

Relato em primeira mão sobre a distribuição de alimentos no Haiti

salvationarmy_haiti_food

Leia a seguir o relato da Major Kelly Ponster, uma das responsáveis pelo trabalho do Exército de Salvação de assistência às vítimas do terremoto no Haiti.

“A fome e o cansaço eram evidentes nos rostos daqueles passando pela fila de distribuição de alimentos. No dia 1 de fevereiro, um comboio de veículos trouxe ao local 40 membros Em 1 de fevereiro, no momento em 2 locais, um comboio de caminhões carregados de comida. O Exército de Salvação rapidamente assumiu o controle e dentro de minutos as portas dos caminhões foram abertas e comida começou a ser distribuída. Dezenas de militantes do Exército de Salvação e voluntários foram ao local para a entrega dessa quarta leva de distribuição de alimentos na região. Para eles, tratava-se de serviço. Para desabrigados a questão era a sobrevivência.

Milhares de famílias se enfileiraram nas estradas empoeiradas aguardando um carimbo nos cartões de entrega de alimentos. À medida que a fila avançava, as pessoas recebiam suas cestas básicas, suficientes para alimentar uma família de cinco integrantes durante uma semana. Cerca de 552.000 alimentos foram distribuídos em menos de quatro horas.

A vida ao redor do acampamento do Exército de Salvação continua difícil. O saneamento básico é uma preocupação constante e a resposta emergencial prossegue a cada dia. Seria fácil pensar que não há sinais de esperança em meio às ruínas do bairro. No entanto, naquele dia pequenos gestos fizeram a diferença. Um grupo de três jovens voluntários, fazendo seu melhor para manter a fila de distribuição de alimentos andando, avistou uma mulher idosa que parecia estar um pouco em dúvida quanto ao processo. Eles se afastaram da fila e se achegaram a ela, tempo suficiente para ajudá-la a fechar sua caixa e colocar a comida em cima de sua cabeça para poder transportá-la de volta ao acampamento. Isso levou apenas dez segundos, mas fez a diferença. Em meio ao caos e desespero ainda há lugar para o respeito.’’